sexta-feira, 25 de março de 2011

O estranho mundo quântico captado em vídeo

É sabido que as coisas no mundo microscópio se comportam de modo muito diferente do que no macro - é por isso que foi necessária uma física nova para o extremamente pequeno, a física quântica. Este vídeo no Youtube, cujo link encontrei ontem no site de um professor da Unicamp, mostra isso de maneira dramática.

Ele apresenta simplesmente uma simulação por computador de duas partículas subatômicas se chocando e depois quicando nas paredes de uma caixa. Poderiam ser dois elétrons. Talvez você estranhe que eles apareçam como manchas coloridas na figura ao lado. É porque essas manchas não indicam as partículas em si, mas apenas as probabilidades de elas serem encontradas naquelas regiões coloridas (a mecânica quântica só lida com probabilidades).

Bom, em princípio, isso seria algo inteiramente análogo a duas bolas de bilhar colidindo e depois batendo vezes seguidas nas beiradas da mesa. Mas... veja só o que acontece quando as partículas colidem:


Aparecem franjas entre elas. Como isso é possível? Na verdade, é uma manifestação da "dualidade onda-partícula" - o que chamamos "partícula", na verdade, comporta-se como onda. As duas manchas coloridas no início são dois "pulsos" de onda propagando-se pelo espaço. Sim, as "manchas que indicam probabilidades" representam também as próprias ondas. Essas "entidades" podem também se comportar como corpúsculos, dependendo da situação, mas aqui sobressai o seu aspecto ondulatório (afinal, são ondas ou corpúsculos? Nem um nem outro; são alguma outra coisa - que não sabemos o que é - e que se comportam ora como onda, ora como corpúsculo).

Acontece que ondas são capazes de interferir uma com a ontra, somando-se ou subtraindo-se. Na figura acima, vemos as ondas das duas partículas interferindo-se mutuamente.

Agora, veja o que acontece quando as partículas batem nas paredes da caixa:


Aparecem também as franjas de interferência! Mas agora as partículas não estão interferindo uma com a outra - elas estão em cantos opostos da caixa. Suas ondas estão interferindo com elas mesmas - à medida que uma parte reflete na parede e volta, ela interfere com a outra parte, que continua se aproximando.

O que se segue no vídeo é uma sucessão de diferentes padrões, como este abaixo:


Agora, não é possível distinguir as duas partículas, pois as suas ondas se misturaram. As franjas de interferencias ocuparam todo o interior da caixa. Aí desembocamos em outra característica da mecânica quântica, a indistinguibilidade. Duas partículas idênticas, como dois elétrons, são indistinguíveis num sentido completo, ontológico: não é sequer possível "seguir" a trajetória de um deles, como fazemos com formiguinhas caminhando em fila para ter certeza de que estamos seguindo sempre a mesma. Isso acaba tendo efeitos mensuráveis (altera o formato das franjas de interferência, as energias dos elétrons nos átomos etc.). Elas são indistinguíveis mesmo no início do vídeo, quando aparecem duas manchas bem distintas - lembrando que as manchas só indicam as probabilidades, elas não dizem que partícula se manifestará em cada mancha quando formos observá-las.

Mas isso não é o fim da história. As regiões bem delimitadas ressurgem e se dissovem novamente, como abaixo, alternando-se com os padrões:


Aparecem acima quatro regiões, como se fossem agora quatro partículas. Em outras partes do vídeo, aparecem 8 regiões e, em outras, 12! Significa isso que as partículas se dividiram? Não: lembremos que o que essas manchas representam é a probabilidade de se encontrar uma partícula em cada região do espaço. As partes vermelhas são os locais mais prováveis. Então continuam sendo duas partículas, só que agora cada uma pode ser encontrada em alguma das quatro regiões distintas do espaço. Observe que parecem ser quatro metades, como se fossem duas divididas entre dois lados opostos da caixa.

Agora, veja que desenho curioso aparece um pouco mais adiante:


Aparecem de novo quatro regiões concentradas, mas com listas de interferência!

A partir daí, a evolução faz todo o caminho de volta até as duas manchas iniciais aparecerem novamente.

É por essas e outras que a mecância quântica me parece tão fascinante: é um mundo inteiramente diferente, que funciona com regras diferentes, totalmente diversas do que diz a intuição. Os físicos têm que construir novas intuições à medida que avançam nos seus estudos.

Obs.: Um resumo deste artigo aparece no blog Ciências e Adjacências, com mais três vídeos semelhantes no final.

14 comentários:

  1. Gostei muito desse blog e suas matérias!

    ResponderExcluir
  2. Muito legal, traz conhecimento para o leigo.


    ResponderExcluir
  3. Muito legal, traz conhecimento para o leigo.


    ResponderExcluir
  4. Kardec indaga aos Espíritos, na obra "O Livro dos Espíritos":

    Existe o Vacuo? Eles respondem:

    Não. O que te parece vazio está ocupado por matéria que escapa aos teus sentidos e aos vossos instrumentos.

    Kardec também pergunta:

    O que é matéria? Eles respondem:

    Matéria é o agente pelo qual os Espíritos exercem a sua ação.

    Chico Xavier em uma de "suas" obras, os Espíritos denominam Matéria como sendo "Energia Condensada", sob a Vontade do Espírito.

    A Física Quantica hoje já está ciente de que as partículas tão pequenas do mundo subatomico pelo modelo da Teoria das Cordas Vibrantes, existe uma força estruturante que age sobre estes fenômenos que não se comporta como matéria.

    Kardec também indaga aos Espíritos:

    A matéria provém de um único princípio ou são múltiplos? Eles respondem:

    De Um Só princípio, fluidico e universal. As diferentes formas de matéria que vós conheceis são simples modificações ocorridas neste fluído etéreo e universal por um princípio inteligente, do Criador e do Espírito.

    Kardec denomina este fluído então de "Fluido Cósmico Universal", a matéria primitiva, primordial, de onde tudo vem e para onde tudo retorna.

    O Buraco Negro é a manifestação física de que a matéria está retornando ao seu estado de Éter, sutil e imponderável, ou o chamado "Vacuo". Nota se que até a luz não escapa desse fenômeno, pois ela também é matéria. Logo, devemos denominar que as diferentes formas de "energia" concebidas pela Física, são tão matéria como tudo aquilo que ocupa espaço, ou seja, são duas faces de uma mesma moeda. Só que uma é sutil e a outra é palpável. E podem se converter uma em outra. A Física já está quase chegando nesta "proeza"!!

    A Trindade Universal, segundo o Espíritos, o Universo se constitui de:

    DEUS-ESPÍRITO-MATÉRIA

    Então, a luz, o som, o calor, o movimento, a água, o ferro, o cobre,..., como não é Deus e nem Espírito, é simplesmente Matéria. Isto explica porque a luz também é sugada pelo buraco negro. E não somente ela!!

    ResponderExcluir
  5. Kardec também indaga aos Espíritos:

    A matéria existe somente no mundo dos encarnados ou também no mundo dos Espíritos?

    A matéria existe para além do plano em que vives, em diversos planos cada vez mais sutis ou etéreos que ignorais. Por ela não ser visível aos vossos sentidos, tende o homem encarnado a não se convencer da sua existência. Os planos muito etéreos são destinados aos Espíritos muito elevados e invisível aos planos de níveis inferiores que este. Isto se deve ao fato das diferenças na densisade da matéria etérea que desfrutam os Espíritos.

    Isto nos vem a dizer que a matéria do mundo físico é uma duplicata concreta dos planos mais sutis ou etereos em diferentes graus de materialidade!!

    O Vácuo físico que nós concebemos é tão denso e concreto como qualquer espécie de matéria que impreciona nossos sentidos físicos.

    ResponderExcluir
  6. Isto é, o Vácuo também é Matéria, algo já estruturado, fluído cósmico já modificado por um princípio estruturante, divino e espiritual.

    O Vácuo é matéria abstrata aos nossos sentidos, prontamente disposta a tornar-se um boson, um quark, um neutrino, um próton, um átomo, uma molécula, uma substância, um objeto, uma luz, um som, um calor, etc...

    As pessoas que possuem "poderes sobre a matéria" ditas "paranormais" ou mesmo os "mediuns de efeitos físicos" estavam tão em moda nos meados do seculo 19 e início do século 20, que inúmeros cientistas contemporâneos àquela época estudaram tais fenômenos e entediavam os mais céticos materialistas da Veracidade daqueles fenomenos!!

    Nomes como Faraday, Crookes, Darwin, Tesla, Babinet, Tindall e outros, não se surpreenderam com aqueles fenomenos tão naturais como qualquer outro corriqueiro, e por eles denominados!!

    Tais pessoas com estes poderes "paranormais" nessa época destacam-se: Daniel Dunglas Home, Landell de Moura, Nicola Tesla, Helena Blavatsky, Euzapia Palladino e Houdine.

    Estas pessoas conseguiam livremente feitos impossíveis com objetos e produziam fenômenos jamais concebidos pela ciência até os dias de hoje. Tais como materialização, levitação, locomoção a distância, atravessar objetos pela parede, dar nó em uma espada, alterar o peso de objetos, desmaterialização, transfiguração, transformação de coisas em outras, como ferro em ouro, banana em coco, etc... Tudo isso de acordo com o pensamento do paranormal!!

    A Física Quântica está cada vez mais próxima de comprovar tais fenomenos, a mediunidade também, que são impossíveis de serem analisados ou provados pelas leis da Física Clássica. Olha só que interessante!!

    ResponderExcluir
  7. Essas pesoas tinham o poder de manipular o vácuo, uns com muita facilidade e outros menos!

    Existiu um guru indiano de nome Sathya Saibaba que morreu a uns 10 anos atrás e que era muito conhecido entre os místicos, holistas e esoteristas! Ele era mundialmente conhecido e famoso por materializar pequenos objetos como anéis valiosos nos dedos das pessoas e cinzas medicinais que ele tirava sem parar de dentro de um pequeno vaso de barro. Tudo isso diante das pessoas, que podiam afirmar que não se tratava de fraude alguma. Ele deixava os céticos em estado de profunda perplexidade!!

    ResponderExcluir
  8. São fenômenos chamados Psicofísicos. A ciência destinada a estudar estes fenômenos é a Parapsicologia.

    Pessoas com estes poderes são chamadas de Parapsíquicas.

    ResponderExcluir
  9. Pois que tudo é energia. Energia em movimento! Matéria que pegamos, matéria que vemos, matéria que bebemos, matéria que escutamos. Tudo é matéria de diferentes formas assim como energia manifestadas em forma e informidade. Densidade e sutilidade! Uma impressiona somente o tato, outra somente a visão, outra somente a audição...

    Outras nenhum dos sentidos, porque existem em outra vibração ou dimensão... Mas existem pessoas com o famoso "sexto sentido" ou "sensitivos", médiuns. Que além de poderem ver e conversar com os Espíritos já desencarnados, também podem ver, ouvir, tocar, sentir aromas, sabor que vem deste mundo abstrato ou espiritual. E quanto mais distante da materia física do nosso mundo, tão mais abstrato e etéreo é o mundo e a matéria dos Espíritos que lá povoam, talvez ainda tão distante da nossa ciência arraigada na matéria impura e sombria deste mundo, tão distante talvez dela reconhecer sua existência. Mas, a Física Quântica já um importante passo da Humanidade rumo a sua Espiritualidade.

    ResponderExcluir
  10. Um clássico exemplo de que a luz é matéria e o fato tão comum de que o elétron é Onda-Partícula. Isto quer dizer: Matéria em forma onda que pode ser "luz" e matéria em forma de paricula como um objeto qualquer!! Não obstante, outro cientista já descobriu que este comportamento se manifesta com todas as particulas que compõe o átomo, na chamada "função de onda" da matéria.

    Também para a luz é o foton, a sua partícula, que também denota o seu comportamento dual como o elétron na chamada "Teoria Corpuscular da Luz"!

    O que para mim é mais interessante nesse aspecto é saber que tanto o foton como o boson de higgs NÃO POSSUEM MASSA, comprovando o que os Espíritos já haviam afirmado para Kardec!!!

    ResponderExcluir
  11. Somente o nosso Espírito é Imaterial. E Deus, como Criador de Tudo, está para além de matéria e imaterialidade, pois Ele é o Criador!!

    ResponderExcluir
  12. Atualmente, cientistas já cogitam a idéia de que o som também age como partícula! Sem sombra de dúvidas, eles estão puramente corretos!!

    Assim também acontecerá com o calor e a energia mecânica. Sem ser qualquer hipótese, a ciência logo descobrirá a dualidade de toda espécie de matéria que compõe o Universo!! Comprovando o yin-yang da tradição chinesa, que significa a Dualidade Universal da Existência!

    Positivo-Negativo. Abatrato-Concreto. Feminino-Masculino. Céu-Terra. Bem-Mal. Matéria-Espírito,...

    ResponderExcluir
  13. E a Dualidade pode se converter uma em outra! No caso da matéria, como a luz, ela pode se densificar em objeto e este pode se sutilizar em luz, por exemplo. Já pelo fato de que tanto o foton como o boson de higgs não possuem massa ou peso, possuem a mesma natureza, ficando bem claro a interconversao densidade-sutilidade da matéria como já afirmaram os Espíritos para Kardec em 1857!!!

    ResponderExcluir
  14. Em se tratando de Antimatéria, uma voz interior me diz com toda certeza, uma intuição me faz convencer de que a existência da Antimateria é responsável pela formação de imagens em espelhos! O objeto real é a matéria. A imagem do objeto no espelho e virtual, que retrata a Antimateria, o antiplaneta, o antiuniverso que podemos ver através do espelho...

    ResponderExcluir